Onde procurar emprego é a principal dúvida de alunos que querem entrar na área em que estudam

A UniJÁ realizou uma pesquisa de empregabilidade com seus estudantes com o objetivo de atualizar o status e orientar ações e programas de apoio tais como inserção no mercado e desenvolvimento de competências.

Dos respondentes, 68% está empregado e 58% trabalhando na área escolhida para seu curso. Por outro lado, 32% está em busca de recolocação. A falta de experiência na área é o principal motivo percebido para as negativas de emprego.

Um ponto que chama atenção é que 38% dos estudantes fora do mercado de não tem ideia por onde começar a busca, 22% faz uso de sites especializados, 20% contam com a indicação de amigos e somente 8% deles captam as vagas de interesse em redes sociais como Facebook e Linkedin.

“Parte dos estudantes respondem a anúncio de empresas mesmo não possuindo os requisitos solicitados, tais como experiência e idioma. Uma prática relativamente comum e que felizmente não apareceu nos resultados da pesquisa é inserir informações falsas no currículo. Ou seja, na tentativa de participar dos processos seletivos, o candidato mente que conhece essa ou aquela ferramenta ou até que já trabalhou com ela e tem inglês fluente” comenta Mylene Dias Rezende e Coordenadora de Cursos da UniJA.

Os estudantes sabem elaborar um currículo, mas pecam na omissão de detalhes importantes como experiências anteriores, competências e resultados. Mesmo aqueles que buscam o primeiro emprego, podem citar envolvimento em projetos e atividades acadêmicas, bem como trabalhos voluntários. “Tudo o que fazemos resulta no desenvolvimento de competências importantes para o mercado de trabalho”, esclarece a coordenadora.

Foi possível constatar ainda que a entrevista é ainda um momento produtor de ansiedade, sendo difícil controlar o nervosismo, falar de suas aptidões e características pessoais. No entanto, a adoção de algumas estratégias ajudam a minimizar os efeitos deste estado como, por exemplo, buscar o maior número de informações sobre o contratante em sites, atuais colaboradores e colegas. Quanto mais informações conseguir, maior será o sentimento de segurança e conteúdo para fornecer ao entrevistador.

Diante destes dados, a UniJA oferecerá a seus estudantes cursos e orientações para planejamento de carreira, idiomas e outros de qualificação técnica, totalmente gratuitos e disponibilizados no Ambiente Virtual de Aprendizagem. Além disso, todos os estudantes do Grupo Polis Educacional do qual a UniJA é integrante, têm acesso ao NUCA – Núcleo de Carreira. Trata-se de um portal informatizado que tem como objetivo ampliar e otimizar as oportunidades junto ao mercado de trabalho de alunos e ex-alunos unindo esforços para que todos se encontrem efetivamente. Possibilita o acesso a vagas reais de empresas parceiras que divulgam suas oportunidades.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: